Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn
Agência de Notícias

19/05/2017 16:22
A cooperação técnica tem o objetivo de aprimorar as relações internacionais entre os três países e buscar soluções conjuntas para os problemas comuns nas cidades.



Comente!

A Diretoria de Assuntos Internacionais estuda parcerias com a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) e UDC para fortalecer as relações entre os três países (Brasil, Paraguai e Argentina). A ideia é formalizar uma cooperação técnica entre as universidades e o município para atuar na solução de problemas comuns entre as cidades e na construção de políticas públicas de interesse dos moradores da tríplice fronteira.

A UDC e a  UNILA pretendem desenvolver um plano conjunto com a Diretoria de Assuntos Internacionais – que faz parte da futura Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio e Projetos Estratégicos – baseado na criação de um inventário com potencialidades e necessidades na área de relações internacionais, capacitação de agentes públicos dentro da área, convênio de estágio com as duas instituições para reestruturação do setor e a retomada dos trabalhos dentro da Rede Mercocidades e da Federação Latino-Americana de Cidades, Município e Associações (Flacma).

“Uma questão que envolve a restrição de circulação de carros ou pessoas em outro país, ou a permanência de crianças de outros países nas ruas de Foz, ou vice-versa, devem ser tratadas dentro de uma política fronteiriça, não se trata de um problema de apenas um país, temos que discutir isso de maneira conjunta, como também a elaboração de projetos nas áreas comerciais, meio ambiente, turismo e outros”, exemplificou o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali.

Mercocidades

O Mercado Comum das Cidades, ou simplesmente Mercocidades, é uma rede que une a um grupo de municípios dos países que participam do Mercosul. Esta organização de cidades pretende favorecer a integração delas em escala regional e estimular o desenvolvimento e a cooperação entre elas.

A retomada das atividades de Foz dentro da Mercocidades visa fortalecer a atuação internacional do município. Outras 71 cidades brasileiras já fazem parte da rede. Atualmente está formada por 181 municípios dos seguintes países: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

“Foz do Iguaçu já pertence ao Mercocidades, mas precisa voltar a atuar com os demais municípios, principalmente dos países vizinhos. O intuito estabelecer e impulsionar convênios e serviços recíprocos entre as diversas prefeituras e as redes que virem a se formar, além de coordenar projetos e desenvolver programas integrados, com o objetivo de facilitar a realização de serviços, e qualificar a infraestrutura urbana”, elencou Jihad.

Inovação em gestão 

Ainda de acordo com o diretor, outro eixo desta parceria, é o levantamento de potencialidades e necessidades regionais, com a troca permanente de informações; a realização de Acordos de Cooperação Técnica com Cidades de Expertise em áreas de interesse e Acordos de Cooperação Técnica com Organismos Multilaterais.

Atuação em redes

Outros pontos a serem abordados através da parceria são: a prospecção de espaços de participação política da cidade; ingresso e participação de associações, organizações multilaterais e grupos de interesse das três municipalidades. 




Comentário