Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Agência de Notícias

18/07/2017 17:07
Lixeiras para recicláveis e orgânicos foram distribuídos ao gabinete e secretarias



Comente!

A cultura da coleta seletiva começou a ser implantada hoje (17) nas repartições públicas da prefeitura de Foz do Iguaçu. Nesta primeira etapa, o gabinete e as secretarias do entorno receberam lixeiras sinalizadas, a verde para reciclável e cinza para resíduos orgânicos. As lixeiras serão encaminhadas a todas as secretariais gradativamente.

A implantação das lixeiras faz parte do programa A3P, programa do ministério do meio ambiente que está sendo incorporado em Foz do Iguaçu. O programa foi criado como resposta da administração pública à necessidade de enfrentamento das graves questões ambientais. “É preciso pensar em como gastar menos energia para manter as instalações, como reduzir os gastos, como gerar o mínimo de rejeitos, como adquirir produtos que causem menos danos ao meio ambiente, em suma, aplicar programa de sustentabilidade na administração pública”, explica a secretaria de meio ambiente, Ana Biesek.

Um cálculo divulgado pela secretaria comprova que se um servidor usa três copos por dia, durante um ano serão utilizados 700 copos. Durante todo o ano passado a prefeitura adquiriu três milhões de copinhos descartáveis. “O objetivo é que os servidores tragam suas canecas, adotem copos, diminuindo o número de copos descartáveis jogados fora”, destaca Biesek.

O programa A3P engloba orientar atitudes de economia financeira, como desligar o ar condicionado sempre ao sair da sala de trabalho, fazer o uso consciente da água, imprimir apenas papéis que sejam realmente importantes, ao realizar impressões, priorizar frente e verso e utilizar eco fontes, conhecidas por economizar tinta. “São essas pequenas atitudes que resultam em uma grande mudança de gastos. Estamos começando pelo prédio público e na sequência vamos levar as demais secretarias, entidades e até empresas, para que as pessoas tenham a visão que uma atitude pode fazer uma grande diferença”, conclui Biesek.

Segundo a primeira-dama, Rosa Maria Jeronymo, a implantação do programa deve ser disseminada em toda a cidade. “Estamos aplicando uma cultura nova, é um pensamento que vem do individual para o bem coletivo. O iguaçuense sabe que cada um precisa fazer sua parte e é importante ficar atento. Através dessa atitude vamos ajudar o meio ambiente e as pessoas. Conheço o trabalho da Coaafi, e espero que nós possamos fazer um bom uso e vá multiplicando”, disse Rosa.

As fotos dessa matéria estão em: https://goo.gl/DtPchj

O que é e o que não é reciclável

Materiais recicláveis

Papéis recicláveis: aparas de papel, jornais, revistas, caixas, papelão, papel de fax, formulários de computador, folhas de caderno, cartolinas, cartões, rascunhos escritos, envelopes, fotocópias, folhetos, impressos em geral.

Como separá-los: Devem estar secos, limpos (sem gordura, restos de comida, graxa), de preferência não amassados. As caixas de papelão devem estar desmontadas por uma questão de otimização do espaço no armazenamento.

Plásticos recicláveis: tampas, potes de alimentos (margarina), frascos, utilidades domésticas, embalagens de refrigerante, garrafas de água mineral, recipientes para produtos de higiene e limpeza, PVC, tubos e conexões, sacos plásticos em geral, peças de brinquedos, engradados de bebidas, baldes. Embalagens Tetra Pak podem ser separadas juntamente com o plástico. Como separá-los: potes e frascos limpos e sem resíduos para evitar animais transmissores de doenças próximo ao local de armazenamento.

Metais recicláveis: latas de alumínio (ex. latas de bebidas), latas de aço (ex. latas de óleo, sardinha, molho de tomate), tampas, ferragens, canos, esquadrias e molduras de quadros. Como separá-los: devem estar limpos e sempre que possível reduzidos a um menor volume (amassados).

Vidros recicláveis: tampas, potes, frascos, garrafas de bebidas, copos, embalagens. Como separá-los: devem estar limpos e sem resíduos. Podem estar inteiros ou quebrados. Se quebrados devem ser embalados em papel grosso (jornal ou craft). 

Materiais não reciclável

Papéis não recicláveis: adesivos, etiquetas, fita crepe, papel carbono, fotografias, papel toalha, papel higiênico, papéis e guardanapos engordurados, papéis metalizados, parafinados ou plastificados.

Metais não recicláveis: clipes, grampos, esponjas de aço, latas de tintas, latas de combustível e pilhas.

Plásticos não recicláveis: cabos de panela, tomadas, isopor, adesivos, espuma, teclados de computador, acrílicos.


Vidros não recicláveis: espelhos, cristal, ampolas de medicamentos, cerâmicas e louças, lâmpadas, vidros temperados planos.
Comentário