Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Refis Refis
Agência de Notícias

17/05/2018 11:39
No encontro foram discutidas ações para reduzir a vulnerabilidade climática nos três países



Comente!

O vice-prefeito Nilton Bobato, secretários municipais e demais autoridades brasileiras participaram nesta quarta-feira (16) de um encontro para debater as mudanças climáticas e as soluções ambientais na tríplice fronteira. O evento aconteceu durante todo o dia no Megal Suites Hotel, em Ciudad Del este, e termina hoje (17) no Hotel Bourbon, em Foz. 

A reunião teve como base o projeto “Cooperação Triangular Urbana: construindo desenvolvimento resiliente ao clima na Bacia do Paraná”, que esta sendo desenvolvido nas cidades de fronteira desde janeiro de 2017. 

Trata-se de uma avaliação sobre as vulnerabilidades da região, identificação de soluções econômicas e benéficas, bem como a busca por caminhos de implementação e opções de financiamento.

O projeto está sendo realizado por uma equipe interdisciplinar de pesquisadores de organizações em quatro países. Pelo Paraguai estão representadas a Universidade Nacional de Assunção e a Universidade Nossa Senhora da Assunção; pelo Brasil, a Universidade Federal da Integração Latino Americana (UNILA) e o Instituto Internacional Polo Iguassu; pela Argentina, a Universidade Nacional de Missiones e do Reino Unido, a Universidade de Leeds.

Projetos
Em Foz, ações voltadas ao equilíbrio sustentável estão sendo desenvolvidas pelo governo desde outubro do ano passado, com a assinatura do documento de intenções com o projeto Cidades Resilientes, de iniciativa do Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR). 

“O Município de Foz do Iguaçu está engajado no propósito de construir uma cidade que seja resiliente ao clima. Já estamos elaborando projetos e executando ações ambientalmente corretas e que vão ao encontro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU”, afirmou Nilton Bobato.  

Durante o encontro, Bobato também apresentou os diversos projetos em execução, como o plano de utilização dos recursos hídricos, o projeto do Parque Linear do Rio Boyci, hortas comunitárias, manejos de árvores entre outros. No próximo mês, a Prefeitura Municipal e a Itaipu Binacional também lançarão um grande projeto de Coleta Seletiva na cidade.

Marco Sakai, um dos coordenadores do encontro, destacou a participação das prefeituras no projeto: “As prefeituras das três cidades estão participando ativamente do projeto e isso é muito importante, porém sabemos das limitações econômicas que elas possuem, por isso, trouxemos neste evento organizações internacionais que poderão financiar ou ajudar a implantar as 18 ações para reduzir a vulnerabilidade climática”, disse. Nesta quinta-feira (17), o vice-prefeito, se reuniu com algumas entidades no Hotel Bourbon em busca de financiadores para a implantação das soluções. 

Presenças
Participaram do encontro trinacional a secretária de Governo, Salete Horst; a secretária de Meio Ambiente, Angela Meira e o secretário de Segurança, Reginaldo José da Silva. Representantes do Paraguai, Argentina, Inglaterra, ONU e do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) também participaram das conversas. 

Comentário